Esbanjando Elegância: Pitars Chardonnay Friuli Grave 2015 DOC

Amigos, em se tratando de vinhos italianos, devo dizer que pelo menos 90% de minhas experiências sempre foram ou com tintos ou com espumantes do tipo Prosecco – o tradicionalíssimo espumante italiano. Provei até então menos exemplares de castas brancas que gostaria – daí a razão pela qual escolhi este Chardonnay na seleção de vinhos do Clube Winelands do qual sou associado.

O vinho leva a Denominazione di Origine Controllata (DOC) de Friuli Grave, Continuar Lendo

Ótima Compra: Casa Venturini Chardonnay 2016

Amigos, me recordo muito bem quando a Casa Venturini – competente vinícola sediada em Flores da Cunha – lançou seu Chardonnay. Era e sempre foi uma verdadeira sensação no mundo dos enófilos – a safra 2011 apareceu por aqui a alguns anos e foi aprovada com louvor (relembre). Fazia algum tempo que não experimentava este vinho e resolvi conferir este exemplar jovem, da recente safra 2016.

Conforme informações do site da vinícola, o vinho é elaborado com uvas da região da Campanha. Não há menção a passagem por madeira. Continue reading

Um Surpreendente Tinto da Ucrânia: Shabo Cabernet Sauvignon 2014

Amigos, o vinho de hoje acompanhou o Sauvignon Blanc que escolhi para a CBE no mês passado na seleção do Clube de Vinhos Winelands (relembre), que contou com exclusivos rótulos importados da Ucrânia. Pelo que tenho lido em outros blogs e redes sociais, aparentemente os vinhos do produtor Shabo agradaram bastante aos enófilos – e aqui em casa não foi diferente, tanto que já temos um espumante da última seleção mensal guardadinho para ser degustado em breve, deste mesmo produtor.

Pois o rótulo de hoje é um exemplar elaborado com aquela que é dita a rainha das uvas tintas – a Cabernet Sauvignon, variedade que sempre nos cativou muito desde os primórdios aqui no blog e que sempre teve um lugar especial na “lista” das variedades que mais apreciamos.  Continuar Lendo

Um Champenoise Brasileiro que Continua Excelente: Espumante Angheben Brut

Possivelmente os amigos que acompanham o blog já a algum tempo devem reparar que não costumo “repetir” vinhos em minhas postagens. O desejo por sempre estar em busca de novos rótulos e o prazer em compartilhá-los aqui no blog me leva sempre a uma exploração e busca por vinhos e espumantes de diferentes produtores, regiões e safras. MAS, como diz a sabedoria popular, há exceção para tudo nessa vida – e hoje este ditado cabe muito bem 🙂

Este belíssimo Brut elaborado pela competente Angheben já esteve, de fato, aqui no blog – relembre – lá em 2013 (como o tempo passa!). Contudo amigos, cabe dizer que se tratava de um lote de outra safra de uvas e com um estilo diferente deste que degustamos hoje, que foi formulado exclusivamente com a variedade Chardonnay – um “ajuste de fórmula” pode-se dizer, proposto pelo enólogo Eduardo Angheben, visando deixar o que já era bom, ainda melhor.  Continuar Lendo