Surpreendente Espumante do Friuli: Pitars Prosecco Millesimato 2015 DOC

Talvez muitos amigos já saibam, mas não é todo o dia que nos deparamos com um espumante safrado, ou seja, elaborado com uvas de uma única safra, pois as vinícolas buscam manter um certo padrão gustativo em seus produtos e, para isso, costumam efetuar um blend de safras distintas, combinando características a fim de formar o vinho espumante que será disponibilizado ao mercado. Normalmente quando um safrado aparece ficamos impressionados, pois é sinal que aquela foi uma safra especial e que a vinícola entendeu que havia a “ocasião” ideal para lançar um produto alusivo especificamente àquela safra em particular.

E eis que o espumante de hoje, um exemplar elaborado 100% com a uva Glera – que dá a origem ao tão famoso Prosecco. Leva no rótulo o termo Millesimato, alusivo ao fato de ser elaborado com uvas de uma única safra – neste caso, 2015. Continuar Lendo

Direto da Campanha: Batalha Cabernet Sauvignon 2011

Amigos, já devo ter dito em outras oportunidades que foi com a Cabernet Sauvignon que iniciei meus primeiros passos neste magnífico mundo do vinho – e não para menos, a rainha das tintas como muitos a chamam, foi durante um bom tempo a minha preferida entre as diversas castas – e daí, curiosamente, lembrei-me a alguns dias que fazia tempos que não experimentava um belo varietal desta casta. Era tempo de ‘corrigir’ esta lacuna 🙂

Eis que este exemplar que hoje vos trago despertou minha curiosidade: um Cabernet Sauvignon elaborado na região da Campanha Gaúcha, de uma boa safra, já com certo tempo – 6 anos. Particularmente me apetecem os exemplares mais maduros desta variedade, pois acho que o vinho necessita (e merece, pode-se dizer) de certo tempo para amaciar seus taninos e formar um conjunto mais interessante. E o exemplar em questão tinha bons predicados para cumprir a missão (risos).

O rótulo 9Muito bonito por sinal) é elaborado pela Batalha Vinhas e Vinhos, com uvas cultivadas na Campanha, mais precisamente no município de Candiota. Continuar Lendo

Bodega Garzón Amplia Gama de Produtos e Apresenta Novas Linhas de Vinhos

Belíssima vista dos vinhedos da Garzón. Créditos: Suporte Comunicação

São 13 rótulos da Bodega uruguaia que chegam ao país pela importadora World Wine

A Bodega Garzón, reconhecida por sua biodiversidade e um terroir privilegiado, apresenta importante mudança em seus produtos, chegando a 13 rótulos de vinhos, divididos nas linhas Estate, Reserva e Single Vineyard. Os vinhos são elaborados sob a consultoria de Alberto Antonini, uma das maiores referências mundiais em produção de vinhos premium.

As três linhas são compostas por produtos feitos com uvas de caráter único e inigualável e que marcam um momento importante da marca. “A ampliação da gama de produtos representa o sucesso que a marca vem alcançando nos últimos anos e o mercado brasileiro é parte importante deste processo”, afirma o diretor geral Christian Wylie.

A linha Single Vineyard, apresenta produtos elaborados a partir da atenção aos mínimos detalhes e representam o terroir de Garzón em seu máximo esplendor, portadores do DNA de parcelas únicas selecionadas para cada uma das variedades: Tannat, Petit Verdot, Pinot Noir e Albariño. Assim, cada rótulo da linha é único e expressa a singularidade do terroir.

Os vinhos da linha Reserva são feitos a partir de uvas selecionadas à mão. Ao lado da emblemática Tannat, aparecem o Cabernet Franc, Marselan e Albariño que expressam fielmente o caráter do terroir Garzón. A influência das brisas do Oceano Atlântico sobre os vinhedos, traduzem um branco fresco e mineral, enquanto aos tintos são suculentos, elegantes e com taninos aveludados.

Já a linha de vinhos Estate, feitos 100% com uvas próprias, destacam o Tannat de Corte, Pinot Noir Rosé, Sauvignon Blanc, Pinot Grigio e Cabernet de Corte. Os vinhos brancos são vibrantes e agradáveis e os tintos apresentam aromas frutados e corpo elegante.

Garzón continua a surpreender criando novos vinhos, sendo a primeira Bodega sustentável fora da América do Norte com certificação LEED (Leadership in Energy & Environmental Design).

Com informações da Suporte Comunicação – Assessoria de Imprensa.

[WSET] Degustando um Belíssimo Exemplar da Toscana: Lucarello Chianti Classico Riserva 2011 DOCG

Pois bem amigos, estou bastante feliz em poder hoje compartilhar com todos este post. Há tempos eu queria poder participar de um curso na área de vinhos que tivesse uma boa proposta, conteúdo denso e um caráter realmente didático e aprofundado no Universo do Vinho. E eis que este mês estou cursando o Nível 2 (também chamado de Intermediário) de Formação em Vinhos e Espirituosos da WSET – uma das entidades de educação mais respeitadas no ramo do vinho mundialmente.

O curso possui um excelente material didático e um conteúdo programático bastante abrangente, focado nas principais castas e regiões produtoras do mundo. As aulas são focadas especialmente em degustações que têm caráter 100% didático, a fim de que os alunos possam comparar os diversos estilos de vinhos, variedades viníferas, terroir, etc. Há de se dizer amigos, o curso, em minha opinião, é cem por cento. Melhor impossível. Continuar Lendo