Um Champenoise Brasileiro que Continua Excelente: Espumante Angheben Brut

Possivelmente os amigos que acompanham o blog já a algum tempo devem reparar que não costumo “repetir” vinhos em minhas postagens. O desejo por sempre estar em busca de novos rótulos e o prazer em compartilhá-los aqui no blog me leva sempre a uma exploração e busca por vinhos e espumantes de diferentes produtores, regiões e safras. MAS, como diz a sabedoria popular, há exceção para tudo nessa vida – e hoje este ditado cabe muito bem 🙂

Este belíssimo Brut elaborado pela competente Angheben já esteve, de fato, aqui no blog – relembre – lá em 2013 (como o tempo passa!). Contudo amigos, cabe dizer que se tratava de um lote de outra safra de uvas e com um estilo diferente deste que degustamos hoje, que foi formulado exclusivamente com a variedade Chardonnay – um “ajuste de fórmula” pode-se dizer, proposto pelo enólogo Eduardo Angheben, visando deixar o que já era bom, ainda melhor.  Continuar Lendo

Aprovadíssimo: LPG Wines Merlot Speciale 2012

Amigos, eis que mais uma vez compartilhamos aqui no blog um exemplar da competente LPG Wines, produtor sediado no Vale dos Vinhedos e que têm nos agradado muito, especialmente quanto aos seus ótimos espumantes (relembre aqui os produtos que já experimentamos). Mas hoje, enfim, temos a oportunidade de falar pela primeira vez de um tinto deste produtor – e nada melhor que um Merlot, aquela que é considerada a casta tinta mais importante do sul do Brasil.

O vinho de hoje também foi uma escolha a partir de uma das seleções do Clube de Vinhos Winelands. O exemplar é de uma safra considerada muito acima da média – 2012 – e conta com uma porcentagem de Alicante Bouschet, para dar um ar de “Speciale” ao vinho, digamos (risos). O vinho estagiou por 24 meses em barricas de carvalho americano. Continuar Lendo

Um Inesquecível Exemplar desta Casta: Gimenez Mendez Pinot Noir 2013

gimenez_mendez_pinot_noir_2013

Escrevo este post amigos com um ar de felicidade no rosto que a tempos como enófilo não experimentava. E por dois motivos: primeiro que, como admirador já de alguns anos da viticultura uruguaia, não me canso de surpreender-me com os ótimos exemplares que lá são elaborados. E segundo, – e principalmente – pela descoberta deste vinho em particular, talvez um dos melhores Pinot que por aqui já passaram. Um post especial hoje, pode-se dizer.

Elegi o vinho em uma das seleções do Clube Winelands, do qual sou sócio (cada vez mais satisfeito, há de se dizer). Olhei para o vinho e, confesso, não tive qualquer dúvida na escolha:  1°) um Pinot 2°) Uruguaio e 3°) de uma vinícola que já nos agradou muito com um ótimo Sauvignon Blanc (relembre). Afinal, eram razões mais que suficientes para trazê-lo à adega 🙂

O exemplar é elaborado pela Gimenez Mendez com uvas da localidade de Las Brujas. O vinho amadureceu por um período de oito meses em barricas de carvalho francesas e recebe ao final uma pequena parcela de 4% de Pinot Meunier. Continuar Lendo

Casas del Toqui Gran Reserva Syrah 2012 #cbe

Casas_del_Toqui_Gran_Reserva_Syrah_2012

Pois bem estimados amigos, quando as pessoas normalmente me pedem indicações de vinhos tintos chilenos, devo lhes confessar: nem Cabernets e nem Carmenères me surgem à mente em uma primeira instância – confesso que sim, uma questão de gosto pessoal e paladar talvez. Nestes mais de cinco anos garimpando e escrevendo sobre vinhos neste blog, a casta que mais me conquistou com respeito a “tintos chilenos” é esta que hoje vos trago. E daí a razão pela qual escolhi este rótulo para o tema de outubro da nossa querida CBE, sugerido pelo confrade Evandro Vanti, que escreve o blog Vinhos que Provo: “um Syrah / Shiraz do novo mundo, sem limite de preço. Vale um 100% ou um corte, desde que a maior parcela seja dessa uva”.

Como adoro os exemplares chilenos desta casta, não tive dúvidas :). Elegi este rótulo da tradicional bodega Casas del Toqui, elaborado 100% com uvas Syrah cultivadas no Vale Cachapoal. O vinho pertence a uma linha intitulada “Terroir Selection”, onde a vinícola se propôs a explorar os melhores territórios para cultivar cada variedade, no intuito de se maximizar a qualidade dos vinhos. Continuar Lendo