Esbanjando Elegância: Pitars Chardonnay Friuli Grave 2015 DOC

Amigos, em se tratando de vinhos italianos, devo dizer que pelo menos 90% de minhas experiências sempre foram ou com tintos ou com espumantes do tipo Prosecco – o tradicionalíssimo espumante italiano. Provei até então menos exemplares de castas brancas que gostaria – daí a razão pela qual escolhi este Chardonnay na seleção de vinhos do Clube Winelands do qual sou associado.

O vinho leva a Denominazione di Origine Controllata (DOC) de Friuli Grave, Continuar Lendo

Leve e Refrescante: Valdo Valdobbiadene Prosecco Superiore DOCG

Valdo_valdobbiadene_prosecco_superiore_docg

Amigos, dia de rever vinhos que já degustei a algum tempo e por alguma razão ou outra ainda não havia publicado aqui no blog – uma lástima, pode-se dizer. Entre minhas anotações lembrei-me deste leve e refrescante espumante que experimentei em um restaurante na Itália quando lá estive passeando aos arredores de Verona – segui a dica-padrão à risca, procurando sempre degustar os vinhos da região com pratos típicos – o que recomendo fortemente 🙂

O espumante é elaborado pela Valdo Spumanti, produtor tradicional da região do Vêneto. Ele leva o nome da belíssima e charmosa comuna de Valdobbiadene, localizada na província de Treviso, que é de onde são provenientes as uvas Prosecco que formam este belo produto. Continuar Lendo

Espumante Argelato Brut

Espumante_Argelato_Brut

Estimados amigos, eu não nego que sou um entusiasta dos vinhos italianos, de norte a sul, de todas as safras e todas as cepas. O estilo dos tintos daquele país me impressiona muito e nos cativou ao longo destes anos que tenho contato com o mundo do vinho. Mas devo confessar que nossa curiosidade fica ainda mais aguçada em se tratando dos espumantes de lá:)

Esta garrafa foi um presente de nosso amigo Francesco, que por sinal é residente na região da Emilia Romagna onde sua família elabora vinhos. O espumante em questão é elaborado pela Cantina di Argelato na região de Bologna, com uvas Chardonnay e Pignoletto, creio que pelo método Charmat. Esta última variedade – Pignoletto – é uma novidade aqui no blog; trata-se de um vinho bastante tradicional da região de Bologna e muito utilizado na elaboração de frisantes e espumantes – uma alternativa ao Prosecco pode-se dizer. Confesso que fiquei curioso e procurarei me informar mais sobre ela. Mas vamos ao que achei do espumante:

Em taça apresentou cor palha claro, levemente dourado. Perlage fino e delicado, com belo visual. Aromas de frutos brancos com notas minerais leves. Lembra tenuemente um cava nos aromas – com certa complexidade difícil de descrever, confesso. Em boca tem ótima estrutura e forma um conjunto com boa cremosidade. Seco do início ao fim, bom de beber. Acidez em boa conta, deixando o produto também refrescante para o verão.

Aprovado. Acompanhou bem uma bruschetta, excelente pedida. Aqui agradecemos por nosso amigo pelo ótimo presente 🙂 Além deste exemplar, ganhamos também de nosso amigo um Cabernet Sauvignon bem interessante (relembre).

Quanto custa? Encontrei em algumas lojas ele à venda por 4 euros – um bom custo-benefício para os padrões europeus.

Saúde a todos!

Bom Vinho, adquirido no Zaffari: Zonin Valpolicella Ripasso Superiore 2013 DOC

Zonin_Valpolicella_Ripasso_Superiore_2013

Amigos, eu estava namorando este exemplar nas prateleiras do supermercado Zaffari há semanas. Numa noite de verão que o calor deu uma leve trégua e eu estava a fim de matar a saudade de experimentar um tinto mais robusto, resolvi encarar e levei uma garrafa deste vinho para casa.

O produtor é a tradicional Zonin, talvez a empresa com um dos maiores volumes de vinhos produzidos na Itália. Já degustamos alguns produtos deles aqui no blog – confira aqui. Podem não ser espetaculares, mas lhes digo que, pela faixa de preços, são muito honestos e confiáveis. Este exemplar é um Valpolicella, elaborado na região do vêneto com o assemblage de uvas formado por 70% de Corvina, 20% de Rondinella, e 10% de Molinara. Recebe o codinome de Ripasso, pois passou 20 dias em estágio com a pele das uvas utilizadas na produção do vinho Amarone de Valpolicella. Continuar Lendo