Varanda do Conde 2010

Grandes amigos, este foi um dos vinhos que degustamos lá em casa na última edição de nossa singela confraria (relembre). Dizem que para tudo tem uma primeira vez na vida; sendo assim esta foi a primeira vez que o blogueiro que vos fala experimentou o famosíssimo vinho de Portugal, o vinho verde.

Cabe ressaltar que o vinho verde nada tem a ver com a coloração do vinho em si. O termo “verde” neste caso se aplica ao ponto de maturação das uvas, onde “verde” se contrapõe a “maduro”. Os vinhos verdes possuem uma denominação geográfica controlada, de modo que seu selo é concedido apenas aos vinhos produzidos na região ao noroeste do país, entre os rios Minho e Douro.
Pois bem, este belo exemplar é um corte composto de 70% de Alvarinho e 30% de Trajadura, uvas típicas lusitanas. O vinho é produzido na sub-região de Monção e Melgaço. Possui 12,5% de álcool. Vamos ao vinho!

Em taça apresentou coloração amarelo esverdeado, claro e brilhante, com aspecto lembrando vinho frisante. No nariz é muito aromático e intenso com total predominância de notas cítricas com certa presença de lima. Em boca tem muita acidez, com frutado em evidência. Refrescante como um suco de frutas cítricas. Corpo entre leve e médio, final seco e potente. Bom retrogosto do frutado.

Um vinho que me surpreendeu muito. Diferente, intenso e muito gastronômico. Custou cerca de 40 reais, acredito que muito bem pagos. Vale a pena experimentar – sugiro beber gelado. Saúde!

Nota: 4,0 (Muito Bom)

4 comentários em “Varanda do Conde 2010

  1. Rafael Krause disse:

    Mais um vinho que fará parte do portfólio da Adega Krause em 2012.

    Não provei ainda este vinho, mas ouvi excelentes recomendações e a sua descrição se soma a elas.

    Abraço!

    • tiagobulla disse:

      Beleza Rafael! Este foi o primeiro Vinho Verde aqui do blog. Vale a pena conferir com certeza.
      Neste ano de 2012 pretendemos conhecer mais vinhos lusitanos – brancos e tintos.
      Saúde!

  2. Um bom começo diria eu, mas sou suspeito!!
    É um vinho “seguro” para recomendar. E a prova disso, será comparar com a colheita 2011 que estará no mercado brasileiro nos finais de Maio ou ínicio de Junho.
    Quem tem a colheita 2009 sabe do que estou a falar.

    Felicidades para blog e boas degustações.

    Um abraço,
    José Domingues

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s