Visita à Vinícola Don Guerino

 

Grandes amigos, sempre que eu ia a Bento Gonçalves de carro pela RS-122, um pouco antes de pegar o viaduto para ir a Carlos Barbosa eu me deparava com um grande outdoor que dizia “Vinícola Don Guerino” e uma seta para a direita indicando “4 km”. Sempre disse para mim mesmo: “um dia hei de conhecer esta vinícola”. Fato é que sempre por uma razão ou outra acabava não a conhecendo. Mas resolvi acabar com minha curiosidade: entrei em contato com a vinícola e marquei um horário para visitá-la. Estivemos lá em um sábado de manhã – bem fácil chegar. Não me arrependi nem um pouco.

A vinícola tem uma estrutura realmente impressionante. A construção, a beleza e o charme são superiores a diversas vinícolas que já visitei – e olha que não foram poucas. Ao passar pelo pórtico o visitante dá de cara com um belo prédio, muito bem construído e com uma imponente fachada, onde está posicionado um busto esculpido em homenagem a Guerino Motter, idealizador do empreendimento. Ao redor da vinícola há um “mar” de espaldeiras muito bem dispostas pelo terreno. Uma paisagem digna de cartão postal.

Fomos muito bem recebidos por Maicon Motter, responsável pela parte administrativa e comercial da empresa. Conhecemos também seu irmão Bruno que é o enólogo da casa. A Don Guerino está no mercado desde 2007, uma vinícola bem recente diga-se de passagem. Possui uma produção de cerca de 300 mil litros/ano, entre tintos, brancos, espumantes e embalagens bag-in-box. Segundo Maicon, o forte da vinícola são os espumantes, que recebem boa aceitação no mercado brasileiro.

Na degustação provamos diversos vinhos, com destaque para o espumante Brut Charmat que gostei muito e especialmente os dois rótulos da linha Gran Reserva: o Ancellotta e o Teroldego. Comprei uma garrafa de cada – aguardem que aos poucos vou postando aqui no blog minhas impressões (muito embora não sei se bebo logo esses dois últimos ou se guardo! hehe).

Enfim,uma vinícola muito charmosa, embora acredite que não seja tão conhecida e badalada quanto outras – possivelmente o que a faz ainda mais especial e interessante. Vale a pena conhecer e provar seus vinhos, são produtos com boa qualidade e com preços competitivos. Agradecemos ao Maicon pela paciência e pela receptividade; esperamos voltar um dia com certeza.

Saúde a todos!

Vista dos parreirais de Cabernet Sauvignon da Vinícola – condução em espaldeira “Y”.

8 comentários em “Visita à Vinícola Don Guerino

  1. Angela Troes disse:

    Hoje, 12/06/2012, Abrimos uma garrafa de Don Guerino Gran 2007. Compramos esse vinho em uma visita à Vinícola talvez em 2009. Muitas vezes compramos vinhos na emoção de estar no ambiente em que o vinho é produzido, sabendo como é feito, porém os vinhos não atendem às expectativas… Mas… Com esse foi totalmente diferente… surpesa excelente… Vinho autêntico, em boca tem exatamente o que mostra no olfato… Por ser um vinho nacional, produzido por uma viníola pequena, com valor acessível, mostra-se um excelente custo-benefício!!!!

    • tiagobulla disse:

      Olá Ângela
      Muito obrigado pelo comentário. Fico feliz que tenhas gostado do vinho – também gostei dos rótulos da linha Gran Reserva.
      E concordo contigo 100%: muitas vezes na hora de degustação temos uma impressão pelo vinho e na hora de degustá-lo em casa, com calma, as percepções são bem diferentes.
      Tenho em casa um Teroldego e um Ancelota – espero prová-los em breve.
      Saúde!

  2. Ari Testa disse:

    A vinicola Don Guerino tem um dos melhores espumantes do mercado experimente o vinho branco moscatel e o melhor. Entre outros de maxima qualidade Ari Testa

    • Tiago Bulla disse:

      Olá sr. Ari
      Muito obrigado pelo comentário – peço desculpas pela demora em respondê-lo.
      Concordo com o que disseste sobre a qualidade dos vinhos da Don Guerino – realmente impressionam. Também sou fã dos espumantes deles, todos muito corretos e muito bem feitos
      Um forte abraço e saúde!
      Tiago

  3. […] conhecer ano passado – na ocasião, degustei este espumante, que me surpreendeu de imediato (relembre). É elaborado com uvas 100% Chardonnay, pelo método Charmat. Vamos ao […]

  4. marcelo castro disse:

    eu também estive lá, em julho, e acredite, uma das melhores visitas de minha vida, marcado na memória.

    • Tiago Bulla disse:

      Que legal Marcelo!
      É uma bela vinícola sim, acho que o pessoal não dá a ela o devido valor
      E sem contar que os vinhos são excelentes!
      Um abraço e saúde!

  5. […] localizada fora do “eixo típico” das vinícolas da serra gaúcha, no município de Alto Feliz (relembre). Este exemplar estagiou por 14 meses em barricas francesas novas, assim como o Teroldego da mesma […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s