Espumante Don Laurindo Malvasia de Cândia Brut #cbe

Grandes amigos, nossa querida CBE – a Confraria Brasileira de Enoblogs – chega no mês do carnaval a sua 66ª edição, onde este humilde e singelo blog participa pela 8ª vez consecutiva – desde que tivemos a honra de ser convidados a fazer parte da confraria, participamos de todas as edições subsequentes (relembre). Por sinal, tem sido muito legal participar.

A temática deste mês foi proposta pelo confrade Cláudio Werneck, do blog Le Vin Au Blog, que lançou um tema pra lá de inusitado: “Quanto mais diferente, incomum, curioso e pitoresco melhor” – um tema alusivo à festividade do carnaval.

Confesso amigos que eu estava sem muitas idéias… No entanto, quando estive com Gil Mesquita, do blog Vinho Para Todos, na vinícola Don Laurindo (relembre) vimos algo que nos fez brilhar os olhos: justamente o espumante que ocupa o título desta publicação. Olhamos para a garrafa, olhamos um para o outro e pensamos: por que não? E é o que aconteceu, acabamos acordando em publicar sobre o mesmo produto. Afinal, segundo o próprio Ademir Brandelli, talvez este seja o ÚNICO espumante de Malvasia de Cândia que se conhece a existência. Acho que a escolha estava bem feita.

O espumante está sendo lançado pela Don Laurindo recentemente. É produzido inusitadamente com 100% da variedade Malvasia de Cândia, através do Método Tradicional com um ano de contato com as leveduras.  A garrafa possui a indicação da tiragem do vinho: 2010 – o que contribui para o tão conhecido padrão diferenciado da Don Laurindo. Possui 12% de álcool.

Sábado passado preparei um jantar especial para minha esposa: salmão com alguns temperos frescos assado no forno – com o espumante para apreciar, é lógico. Vamos ao resultado:

Uma coloração bem viva na taça, amarelo com reflexos dourados. Perlage fina e bem abundante. No nariz uma excelente combinação de aromas com uma complexidade interessante: aromas leves de pão tostado combinados com uma variedade de frutas brancas levemente adocicadas como pêra, abacaxi e uma lembrança de compota de pêssego além de algumas notas de baunilha que senti mais para o final. No sabor esta complexidade se confirma: é muito bem estruturado, com acidez leve. Macio e fácil de beber. Final de boca  redondo com boa lembrança do frutado.

Um espumante para ser apreciado sem restrições. Chama a próxima taça e é absurdamente cativante. Pode agradar até os que não gostam muito de brut, pela maciez e equilíbrio. Harmonizou bem com meu salmão, como se espera de um espumante brut. Apesar de um ano de 2ª fermentação, não tem aquele pão tostado exagerado, que torna alguns champenoises meio enjoativos. Em suma: é muito bem-feito. Apesar de ter recebido a garrafa de presente -aproveito para agradecer ao Ademir Brandelli novamente –  acredito que os 42 reais cobrados pelo vinho no site da vinícola estão com ótima relação custo-benefício. Vale a pena conferir.

Saúde a todos!

Nota: 5,0 (Excelente)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s