Espumante Ponto Nero Moscatel

Grandes amigos, com estes dias quentes que andam fazendo não poderíamos deixar de ter um Moscatel passando aqui pelo blog, já que eu e minha esposa somos fãs deste tipo de espumante e temos um carinho especial por ele.

 Este Moscatel de nome curioso é elaborado pela Domno do Brasil, uma vinícola situada em Garibaldi no Rio Grande do Sul e que pertence ao grupo da Família Valduga. O espumante leva a assinatura do respeitado enólogo Daniel Dalla Valle, é produzido com 100% de uvas Moscato Bianco, provenientes do Vale dos Vinhedos.  Tais atributos, convenhamos, despertam a curiosidade acerca deste espumante, que por sinal também tem uma apresentação muito bonita: rótulo, rolha e cápsula impecáveis. Mas vamos ao líquido:

Coloração muito clara, esverdeada, quase transparente. Perlage muito fino, abundante e intenso, com boa persistência. Aromas frescos de frutas brancas cítricas e certo floral, com notas adocicadas, bem típico da casta. Álcool a 7,5%, sem incomodar. Em boca tem boa refrescância com uma presença intensa do frutado lembrando maçã-verde e pêra. Final com um belo toque de cremosidade, bem equilibrado ao conjunto. Para meu gosto pessoal, poderia ser um pouco menos doce, embora seja menos adocicado que a maioria dos moscatéis que já provamos (e olha amigos que julgo não serem poucos).

É um espumante muito bem-feito, agradável, elegante e com excelente relação custo-benefício – paguei 22 reais na Vinhos e Sabores. Está competindo de perto com outros dois ótimos moscatéis que já passaram aqui pelo blog: o da Cavalleri (relembre) e o da Monte San’Ana (relembre). Vale a pena experimentar, recomendo.

Saúde!

Nota: 4,0 (Muito Bom)

3 comentários em “Espumante Ponto Nero Moscatel

  1. […] A Domno é uma jovem vinícola que está no mercado a cinco anos. Apesar de seus proprietários serem os mesmos da Casa Valduga, é um projeto diferente e separado. Como muitos já sabem, o foco da vinícola é a elaboração de espumantes, todos pelo método charmat – diferente da CV onde são elaborados unicamente pelo método tradicional. O portfólio conta com um rótulo Extra Brut, dois Brut – sendo um rosé – e um Moscatel, que inclusive já passou aqui pelo blog (relembre). […]

  2. Paula disse:

    Eu adora o Nero e tb recomendo o Araudica método asti para quem aprecia este tipo de vinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s