Cava Freixenet Cordon Negro Brut

Amigos, este é um tradicional Cava espanhol, produzido na região da Catalunha. Possivelmente a Cava Freixenet figure entre os espumantes mais consumidos e conhecidos mundialmente, especialmente com grande popularidade entre o público jovem.

É elaborado com o tradicional assemblage das uvas Macabeo, Parellada e Xarel-lo, com segunda fermentação em garrafa ocorrendo num período entre 18 e 24 meses. Possui 12% de álcool. Alusivo ao nome do espumante, a garrafa do produto é preta opaca – muito bonita, diga-se de passagem; uma bela sacada de marketing e apresentação. Mas vamos ao líquido:

Na taça apresentou coloração amarelo palha claro. Perlage abundante, sonoro e persistente, com borbulhas finas e algumas poucas médias. Aromas de frutas brancas frescas (não distingui nenhuma em especial) além dos clássicos aromas da fermentação de pão, fermento e um toque amanteigado. Em boca tem boa acidez, frutado de leve e boa cremosidade. Ausência de amargor, com final seco e agradável.

É um belo espumante, muito correto e bem-feito, apesar do custo um pouco elevado (atualmente, em torno de 50 reais). Curiosamente, achei que a versão demi-sec da Freixenet (a não menos famosa “Carta Nevada”) é mais interessante que a brut, apesar de normalmente eu preferir esta última – tentarei postar aqui no blog em breve.

Saúde!

Nota: 3,0 (Bom)

4 comentários em “Cava Freixenet Cordon Negro Brut

  1. Tiago Cunha disse:

    Bueno Tiago,

    Já degustei essa espumante e achei bem interessante, embora tendo também a gostar mais da Carta Nevada.
    Estou com outro na adega para degustar quando outra onda de calor manifestar-se no RS.
    Pelo preço de mercado acredito que esta Cava não teria um ótimo custo benefício mas, para nós que temos a fronteira ao lado e pagamos em média R$15 a R$20 por ela, fica quase impossível não levar uma por viagem, pelo menos.
    Parabéns pelo posto.

    Abração e saúde!!

    • tiagobulla disse:

      Grande Tiago
      Concordo contigo. A mim, parece que a Carta Nevada cumpre muito bem o papel de um espumante mais descontraído, do que a brut cumpre o papel “formal”.
      Com certeza a compra deste espumante em um free-shop o faz muito atrativo em comparação com outros de mesmo custo comprados no Brasil.
      Abraço e saúde!

  2. sandro disse:

    Eu, já gosto desse espumante, embora, por aqui, em Campo Grande – MS, não seja um bom custo-benefício e tenho, simplesmente, pavor da Carta Nevada, insuporavelmente doce!

    • Tiago Bulla disse:

      Sandro, muito obrigado pelo comentário
      Pessoalmente, até não acho a Carta Nevada tão doce. Mas sugiro que experimentes (caso ainda não tenha provado) a Codorniu. Um pouco mais cara, mas com qualidade superior na minha opinião.
      Um abraço e saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s