O Charme da Cave de Pedra

Amigos, acho que podemos dizer que em termos de charme e elegância não há vinícola que se equipare a Cave de Pedra na serra gaúcha – e quem sabe até no Brasil. Construída inteiramente em pedra (alusivo ao nome da empresa) em arquitetura no formato de um pequeno castelo medieval, a vinícola chama a atenção e atrai muitos visitantes pela sua beleza; e de fato, a construção realmente é encantadora, além de ser muito aconchegante e charmosa por dentro também.

Quando saímos da vinícola Miolo em nossa última visita (relembre), convidei meu irmão e minha cunhada para conhecer a Cave de Pedra (que fica bem pertinho por sinal). Todos adoraram. Fomos muitíssimo bem recebidos pela Fernanda, que pacientemente serviu e explicou as peculiaridades de cada vinho. Aproveitei e experimentei alguns dos rótulos da vinícola que sempre quis conhecer, em especial sua linha mais tradicional e conhecida, a Adaga. Vamos a eles:

– Adaga Chardonnay 2010: Varietal com 12% de álcool. Estagia 3 meses em barricas de carvalho. Vinho leve, frutado e equilibrado. Madeira muito bem agregada ao vinho, sem comprometer a refrescância. Custa 33 reais.

– Adaga Egiodola 2008: Não poderia deixar de degustar este rótulo, de casta pouco conhecida e cultivada no Brasil. Tem 13% de álcool e estagia 8 meses em barricas. Vinho de boa acidez, encorpado e taninos bem presentes; aromas intensos de ameixa e compota – gastronômico, sem dúvida. Comprei uma garrafa, pagando 28 reais – o vinho estava em promoção de lançamento.

– Adaga Marselan 2008: Vinho de coloração rubi vermelho intenso, com aromas muito agradáveis de frutas vermelhas frescas. Em boca, um vinho correto, elegante e gastronômico, com boa presença do frutado e taninos bem harmonizados ao conjunto. Passa 8 meses por barricas, além de mais um ano nas caves da vinícola. Um belo vinho – achei ainda mais interessante que o Egiodola. Custa 43 reais .

– Rosa Negra tinto suave: Um vinho que não cheguei a experimentar mas que despertou minha curiosidade, pois é um vinho SUAVE elaborado a partir de uvas finas (assemblage de Pinot Noir, Ancelota e Tannat). Um produto carinhosamente elaborado para agradar ao público que ainda não está acostumado a tomar vinhos. Detalhe: o açúcar é proveniente do próprio mosto das uvas, não deixando o vinho demasiadamente doce – o que normalmente acontece com os suaves “de mesa”, em sua grande maioria, insuportáveis. Uma iniciativa muito interessante da vinícola, que procura desta forma cativar consumidores. Meu irmão e minha cunhada aprovaram com louvor. Custa 24 reais.

– Espumante Cave de Pedra Brut Champenoise: Quem visita o blog a mais tempo sabe que eu tenho uma teoria que diz que “o melhor sempre fica para o final”. Aqui, mais uma vez, confirmamos. Este belíssimo espumante é elaborado através de um corte típico de Chardonnay e Pinot Noir (50% cada), com 18 meses de contato com as leveduras. Um espumante de cor amarelo claro, com borbulhas bem pequenas. Aromas delicados, excelente frescor, cremoso e com boa acidez. Foi o meu preferido e me surpreendeu muito positivamente.

Ainda no final, fiquei sabendo através da Fernanda que a vinícola pretende lançar em um ano um varietal Sangiovese. Fiquei empolgado, já que é uma casta que muito me agrada – vamos aguardar ansiosos.

Saúde!

2 comentários em “O Charme da Cave de Pedra

  1. raul sousa carvalho disse:

    Muito bom dia,
    Gostaria de lhe fazer um grande pedido:
    Poderia compartilhar o link do meu site no seu, por favor?
    Espero que possa colaborar comigo, pois colocarei também o seu se assim desejar.
    O link do site é: http://raulsousacarvalho.blogspot.pt/
    Quando colocar o meu link me avise por favor.
    Obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s