Santa Helena Cabernet Sauvignon Reservado 2011

Amigos, fazia algum tempo que eu não comprava um vinho em um supermercado. Não tenho nada contra os vinhos vendidos em supermercados, tampouco contra os supermercados e muito menos com que compra vinhos no súper. Mas fato é que sou meio “gato escaldado” e minhas últimas experiências com tais compras foram um tanto mal sucedidas.

Em uma noite dessas, despretensiosamente, escolhi meio ao acaso este Cabernet Sauvignon chileno, com uvas provenientes do Vale Central – um vinho de entrada da vinícola Santa Helena, possivelmente voltado à exportação. Álcool a 12,5%. Vamos ao líquido.

Em taça apresentou uma bonita coloração rubi bem escura, com halo em tom violáceo. Lágrimas bem finas e discretas. No nariz apresentou de início aromas bem amadeirados, com toque de chocolate, que se dissiparam em pouco tempo, dando lugar a notas predominantemente vegetais, lembrando pimentão, grama ou mato (este vegetal exacerbado cansou um pouco). Em boca é um vinho com acidez leve, corpo mediano, taninos presentes e bem estruturados. O final confirmou o olfato, e tem sabor predominante das notas vegetais, o que deixou o vinho um tanto enjoativo. Não percebi fruta.

Não é um mau vinho – mas acho que não está longe de ser. A mim, pelo menos, o aroma e o gosto de pimentão foram demais e tomaram conta do conjunto, deixando o vinho menos agradável de beber do que poderia ser – não consegui beber até o fim a minha metade da garrafa, coisa difícil de acontecer. Na faixa de preço – 19 reais – prefiro ainda o Reservado da Concha y Toro ou o Cosecha Tarapacá, que julgo mais corretos e equilibrados.

Saúde a todos!

17 comentários em “Santa Helena Cabernet Sauvignon Reservado 2011

  1. Tiago Cunha disse:

    Tiago,

    Tenho dois pés atrás com vinhos de denominação “reservado”.
    Começa pelo nome, que nada quer dizer, e parece querer passar a impressão de “reserva”.
    O Concha Y Toro realmente é um que não parece ter defeitos (pelo menos, quando o tomei não notei) e o Cosecha vou degustar logo, pois tenho um aqui.
    Obrigado pela dica, afinal, vinhos que não são bons também servem como dica (para não beber).
    E que o próximo surpreenda positivamente na qualidade.

    Saúde!!

    • tiagobulla disse:

      Beleza Tiago, obrigado pelo comentário
      Acho que tu disseste tudo mesmo. Estes vinhos são um tanto suspeitos; só garimpando para ver se encontramos algum mais interesante. Este não me agradou muito de fato, mas faz parte não é mesmo?
      De todo modo, aos poucos, pretendo ir degustando outros para prosseguir no garimpo dos vinhos abaixo de 20 reais. Vamos à luta, rsrs
      Abraço e saúde!

  2. Laercio disse:

    Adorei o santa Helena reserva 2011, sou iniciante. Confesso que vou comprar outras botelhas. Vinho e como perfume. No meu caso, não senti sabor de pimentão, como não gosto de vinho com acidez acentuada, adorei este. Vou provar muitos outros até que encontre um excepcional, por enquanto este esta ganhando dentre os mais caros que já provei.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá Laercio
      Agradeço pelo seu comentário e creio que estás correto.
      Pessoalmente minha experiência com o vinho não foi muito boa – especialmente comparada a outros parecidos, como o Reservado da Concha y Toro.
      De todo o modo, talvez seja interessante eu dar uma outra conferida nele – posso ter tido uma impressão equivocada.
      Um abraço e saúde!

  3. Edu disse:

    Acabei de tomar uma taça. Não gostei. Desceu quadrado e ainda ficou com um final enjoativo e ácido. Vou jogar o resto na pia. Sou mais o Concha.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá Edu
      Adoro receber comentários como este, que me dão um feedback das postagens. Bom saber que não estive tão errado afinal. De fato, aqui em casa este vinho também não agradou.
      Também sou mais o CyT.
      Abraços
      Tiago

  4. […] 1º) Santa Helena Cabernet Sauvignon Reservado 2011 […]

  5. […] 1º) Santa Helena Cabernet Sauvignon Reservado 2011 […]

  6. […] 1º) Santa Helena Cabernet Sauvignon Reservado 2011 […]

  7. Rodrigo senna disse:

    Boa tarde Tiago fui em uma loja chamada Casa do vinho, cheguei a pegar este vinho quando a vendedora falou que vinhos com esse rotulo ( reservado ) não é muito bom uma vez que é produzido SEGUNDO ELA com as uvas que não foram aproveitadas em outras produções. até aonde é verdade ou mentira.Sou iniciante passei a beber vinho ha 2 anos.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá Rodrigo, mais uma vez, obrigado por acompanhar o blog
      Realmente estes vinhos com a denominação “Reservado” criam uma falsa ilusão na gente de que são de boa qualidade. Normalmente estes vinhos são voltados para a exportação – se vc procurar lá no Chile talvez eles nem sejam vendidos. A qualidade destes vinhos é questionável – é como se fosse uma parcela da produção que serve para ser escoada, e daí é enviada ao mercado externo.
      Não quer dizer necessariamente que sejam vinhos ruins – até porque muitas pessoas gostam destes vinhos. Mas com certeza estão muito longe de serem considerados vinhos que “empolgam”.
      Eu, particularmente, indico: entre um “Reservado” chileno e um nacional de mesmo preço, opte pelo segundo. Pelo menos acredito que seja uma compra mais segura, por um produto de valor mais honesto
      Espero ter ajudado
      Um abraço e saúde!

  8. fco disse:

    muito bom,se tem vinho melhor nao conheço, estou na segunda garrafa , das 12 que comprei ,da safra2012 otimo vinho.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá amigo
      Que bom que o vinho lhe agradou – sugiro experimentares outros para comparar, acredito que vais adorar esta busca por novos rótulos (e poderás se surpreender também)
      Um abraço e saúde!

  9. Paulo Palma disse:

    Boa Tarde Tiago,

    Tenho a mesma opinião que o amigo Tiago Cunha lá em cima. Esses vinhos reservados são muito suspeitos. Esses dias quis me aventurar num Santa Helena tbm, mesma safra, só que carmenere. Embora a Carmenere costume ser mais herbácea mesmo, tive exatamente a mesma impressão que você comentou a respeito desse CS. Estranho não?

    • Tiago Bulla disse:

      Paulo, obrigado pelo comentário
      É estranho MESMO. E mais estranho ainda, é que a uns dois anos atrás eu bebia estes vinhos e eles não pareciam ter esta característica tão enjoativa e exagerada…
      Vejo duas possibilidades:
      1. Meu paladar está mais “afiado” e agora percebo o que eu não percebia antes; ou seja, estou mais chato – o que é bem provável.
      2. Estes vinhos realmente pioraram de uma ou duas safras para cá – o que também pode ser provável.
      Curioso mesmo. Vale um bom debate. Pessoalmente ainda acho que estes vinhos agradam mais as pessoas pelo apelo de serem “chilenos” do que pela qualidade propriamente dita.
      É minha opinião, ao menos…

  10. Breno disse:

    É bem o que você comentou na resposta de um comentário … Se você for no chile, não vai encontrar este vinho para vender. Pode entrar no site da Santa Helena ou da Concha y Toro, eles nem mencionam este linha “reservado”. Esta linha é para exportação mesmo. São vinho menos elaborados, feitos com as uvas que não foram selecionadas para fazer os vinhos tipo reserva. Em resumo, são as uvas que não passaram no controle de qualidade da vinícola.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá Breno, agradeço muito seu comentário
      Justamente, é uma triste realidade. E, na minha modesta opinião, creio que a qualidad destas linhas “Reservado” têm caído e muito a cada ano. Alguns são intragáveis.
      Um abraço e saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s