Casa Valduga Lança seu Novo Corte e Amplia sua Linha de Vinhos

Amigos, tivemos recentemente a bela notícia de que a Casa Valduga realizou um feito inédito e grandioso, digno de orgulhar nós brasileiros: seu mais novo assemblage, o Gran Raízes 2009, ficou em primeiríssimo lugar na degustação “Top 5” do Encontro de Vinhos de Campinas, um belo evento organizado pelos competentes blogueiros Daniel Perches e Beto Duarte.

O lançamento faz parte de uma reformulação da linha de produtos da Casa Valduga que agora passará a classificar os vinhos conforme o Terroir de origem. Assim, o consumidor vai dispor agora das linhas Leopoldina (Vale dos Vinhedos), Raízes (Campanha Gaúcha) e a já conhecida Identidade (Encruzilhada do Sul). A famosa linha Premivm, que inclusive já teve um belo Cabernet por aqui (relembre), será subdividida entre estas três e deixará de existir como a conhecemos hoje. Pessoalmente, achei a iniciativa muito bacana, pois permite ao consumidor distinguir os potenciais e as características de cada Terroir do Rio Grande do Sul.

Quanto ao Gran Raízes, é mais um belo assemblage para deixar todos nós enófilos muito animados. É elaborado através do corte de Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Tannat, da safra 2009, com produção limitada de 3000 garrafas, todas numeradas – e aqui, uma novidade: a numeração está gravada no rótulo principal, o que deu um toque mais especial ao produto. O vinho estagia por 12 meses em barricas de carvalho francês, com 18 meses de descanso em caves. Sem dúvida, mais um lançamento que promete.

Mais informações: http://www.casavalduga.com.br/

Saúde!

Gran Raízes – mais um ícone da Casa Valduga. Foto: cortesia do blog Vinho Para Todos 

9 comentários em “Casa Valduga Lança seu Novo Corte e Amplia sua Linha de Vinhos

  1. vhvmondo disse:

    Top noticia. A identificação clara do terroir brasileiro é um grande avanço para a vitivinicultura. Agora nos restas experentar os novos rótulos. Abraço

    • tiagobulla disse:

      Amigo, muito obrigado pelo comentário
      Sem dúvida a declaração do terroir é uma tendência e acho que a vinícola foi muito feliz em adotar esta prática.
      Saúde!

  2. Paulo Macedo disse:

    O nome do vinho deveria ser raízes da salvaguarda! Tô fora.

    Um abraço,

    Paulo

    • tiagobulla disse:

      Olá Paulo,
      Confesso que desconheço a posição da Casa Valduga a respeito das salvaguardas.
      Mas de todo modo, seu comentário fica aqui registrado.
      Obrigado e forte abraço!
      Tiago

  3. alexandrepchavesAlexandre disse:

    O problema é a salvaguarda mental da grande maioria dos consumidores de vinhos no Brasil Paulo Macedo!

    • tiagobulla disse:

      Alexandre muito obrigado pelo comentário

      Amigos, pode não parecer, mas este post não foi publicado com nenhum intuito de gerar discussão sobre as tão polêmicas salvaguardas.
      A ideia era enaltecer a manchete do sucesso que o vinho gerou na degustação às cegas do encontro de vinhos.

      Saúde a todos!

      Tiago Bulla

  4. Márcio Cardoso disse:

    Por acaso o amigo ja experimentou qualquer corte em BIB da casa valduga? Pergunto pois penso em adquirir um para o dia a dia mas nunca vi em nenhum blog uma degustação de vinhos BIB. Grato!
    Márcio Cardoso

    • tiagobulla disse:

      Olá Márcio

      Obrigado pelo comentário.
      Confesso que não conheço nenhum Bag In Box da Valduga.
      No entanto, já provei um excelente Bag In Box da vinícola Larentis, que rendeu um post no blog:
      https://universodosvinhos.com/2012/04/13/larentis-vigna-doro-merlot-2010/

      O único problema é que ele é difícil de encontrar, acredito que só possa ser adquirido junto à vinícola diretamente

      Outras boas opções acredito que seriam o Dal Pizzol Do Lugar Merlot-Cabernet (um belo vinho por sinal) e talvez o Boscato ou o Don Guerino (embora estes dois últimos eu não tenha provado).

      Um abraço

      Tiago

  5. […] Como se já não fosse bom o bastante, teremos também no início do evento o famoso e badalado TOP 5, uma avaliação de alguns rótulos pincelados a dedo entre os disponíveis para degustação na feira. Fui gentilmente convidado pelos amigos organizadores a fazer parte do jurí que elegerá os cinco melhores vinhos, uma honra e tanto para mim. A disputa tem se mostrado acirradíssima nas últimas edições, com vinhos muito interessantes – alguns inclusive surpreendentes. Este ano inclusive tivemos um rótulo brasileiro vencedor na edição de Campinas (relembre). […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s