Visitando a Bodega Marichal no Uruguai

Estimados amigos, eu como enófilo não poderia obviamente deixar de visitar ao menos uma vinícola durante o belo passeio que fizemos ao Uruguai (relembre). Infelizmente o tempo era bastante curto e desta vez eu tive que escolher tão somente uma bodega (como lá eles chamas as vinícolas) para visitar durante nosso passeio. Após uma avaliação minuciosa, decidi que iríamos visitar a Bodega Marichal, que fica em Canelones a cerca de 40 minutos de Montevidéu. Particularmente, acredito que a escolha foi mais do que acertada.

A ruta 5 que dá acesso a vinícola já nos brinda no caminho com uma bela paisagem, com muitas parreiras por todos os lados. Chegando ao nosso destino, fomos muitíssimo bem recebidos pela Lorena, funcionária da Marichal com quem já havíamos agendado nossa visita. Ela nos conduziu através das instalações da vinícola, nos contando um pouco da história da família, da produção e dos vinhos.

A Marichal conta com uma bela carta de vinhos, elaborados com uma produção limitada, o que certamente colabora com a qualidade. Os vinhos são armazenados em tanques de concreto revestido por epóxi, uma diferença interessante em relação a produção brasileira. O estágio em barricas é feito de modo criterioso, seguindo a ideia do enólogo Juan Andrés Marichal, que procura evitar o excesso de madeira em seus vinhos.

No final da visita fomos convidados a uma das melhores degustações que já nos foram oferecidas em todos os tempos: degustamos sete rótulos da bodega, incluindo seu ícone, o Gran Reserva Tannat, decantado por uma hora antes de ser degustado. Como se já não fosse bom o bastante, a degustação também foi acompanhada de queijos, frios e empadas quentes; uma verdadeira recepção VIP que nos deixou pra lá de lisonjeados e envaidecidos, superando positivamente todas as expectativas.

Sobre os vinhos, deixarei para contar detalhes em um próximo post em breve. Por enquanto, seguem algumas fotos da bela vinícola:

Saúde a todos!

3 comentários em “Visitando a Bodega Marichal no Uruguai

  1. baruki disse:

    Show! Ótimas fotos.

    Abraços,

    Raphael Baruki.

  2. […] de concreto para estocagem de vinhos – a outra havia sido a Bodega Marichal, no Uruguai (relembre). Gianluca comenta que, apesar de não haver razão específica para tal, os enólogos da vinícola […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s