Norton Reserva Malbec 2009

Norton_Reserva_Malbec_2009

Amigos, experimentei este vinho em razão do Malbec World Day a alguns meses atrás. Não sei se sou um grande apreciador de Malbec; há tempos atrás era diferente, mas confesso que ultimamente tenho preferido os vinhos menos encorpados, mais frutados e complexos, como os sul africanos ou os elaborados com Pinot Noir. Mas, de qualquer forma, um Malbec é um Malbec e sempre é bem vindo não é mesmo?

Este exemplar é elaborado pela Bodega Norton, tradicional produtor argentino. A vinícola está de parabéns pelo seu site: muito bem feito, intuitivo e com informações fáceis de achar. Lá, pesquisando, encontrei os dados do vinho – o que nem sempre é fácil encontrar nas páginas das vinícolas. As uvas são originárias da região de Mendoza, mais precisamente de Luján de Cuyo, onde os vinhedos se encontram a cerca de  mil metros de altitude. O vinho estagiou em barricas de carvalho francês de primeiro e segundo ano por 12 meses, além de outros 10 meses em garrafa, repousando. Tem 14,3% de álcool – um pouco elevado, como manda a cartilha de todo bom Malbec argentino. Vamos ao vinho:

Tradicional coloração rubi com reflexos violáceos, com lágrimas manchando toda a taça. Aromas um pouco discretos no início, mas que foram abrindo aos poucos e bem. Frutas negras em primeiro plano, além de notas da madeira com certo toques de especiarias e leve herbáceo. Em boca se mostrou volumoso, encorpado. Madeira presente, mas sem exagero. Tânico e seco, com final prolongado, revelando um leve tostado. Típico vinho “bom de beber” (ah se fossem todos assim…)

Amigos, vinho aprovado. Uma boa pedida. Está em um bom momento para o consumo, embora o produtor sugira no site que ele possa ser guardado por até 8 anos. Custa em média 60 reais no Brasil.

Nota: Esta garrafa nos foi gentilmente enviada pela Wines of Argentina para degustação, em razão do Malbec World Day.

4 comentários em “Norton Reserva Malbec 2009

  1. Filipe disse:

    Obrigado amigo.. Me ajudou muito.. E. Eu provei e gostei!

    • Tiago Bulla disse:

      Filipe, fico feliz que gostaste!
      Bom saber que meu julgamento sobre o vinho foi também confirmado por outro apreciador
      Saúde!

  2. Eduardo Cavalcante disse:

    Um vinho maravilhoso! Em minha primeira viagem a Buenos Aires, foi o primeiro vinho que degustei, e comprei uma garrafa para tomar no hotel, e encontrei numa lojinha de vinhos no centro de Buenos Aires um estojo com uma garrafa Norton Reserva Malbec 2010 junto com uma taça, e me dei de presente…a garrafa avulsa custa em Buenos Aires 40 pesos (abril 2014), um pouco mais de R$11,00 e o estojo custa 180 pesos (R$50,00). Pelo pequeno volume que se pode levar de bagagem (23kg de bagagem despachada) só comprei dois exemplares desse vinho e um Trapiche 2009. Na minha próxima viagem, pretendo levar pouca bagagem e trazer belos vinhos.

    • Tiago Bulla disse:

      Muito obrigado pelo comentário Eduardo
      Que bom que também tiveste uma experiência positiva com este rótulo.
      Sou também um apaixonado por Malbec, uma de minhas castas favoritas. Há outros rótulos ainda mais interessantes – dê uma pesquisada no blog por Malbec ou ao lado onde diz Argentina; encontrarás muitas opções para a sua próxima viagem.
      Um abraço e saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s