A Experiência de Provar um BOM azeite

Azeite_Colinas_de_Garzon_Fantoio_Leccino

Estimados amigos do blog, como muitos já devem saber (e eu sempre reforço) não sou  nem me considero um entendedor de vinhos. Como leigo e enófilo estou sempre procurando aprender dia a dia cada vez mais sobre esta bebida tão especial e aqui compartilho com os amigos leitores minhas experiências nesta jornada. Bem, se não sou um entendedor de vinhos, quem dirá então, de azeites – esses sim, pouco entendo.

Mas de uma coisa tenho certeza absoluta: gosto de apreciar um bom azeite de oliva. Na salada, com um pãozinho ou inventando na cozinha, não importa: um azeite de oliva, como diria um amigo meu, tem seu devido valor (e não é pequeno). Se algum dia, por alguma fatídica razão, eu não pudesse mais consumir vinhos, provavelmente eu começaria a estudar e experimentar azeites. Acredito que, assim como a bebida de Baco, o Azeite de Oliva carrega toda uma história, desde o cultivo – englobando clima, solo, região, etc – passando por sua elaboração minuciosa até chegar à degustação do consumidor, que perceberá sua cor, seus aromas e características ao paladar.

Pois bem amigos, tive a honra e o privilégio de ter sido convidado a participar de uma degustação de azeites em uma edição do Winebar, a algumas semanas atrás. Na ocasião foram apresentados alguns produtos elaborados pela Colinas de Garzón, do Uruguai – país que desponta no cenário mundial não só pelo seu belo Tannat, mas também na elaboração de azeites. O exemplar que recebemos para experimentar foi este da foto – o Corte Italiano Frantoio Leccino. Bela apresentação tinha o produto, por sinal.

Mas o que dizer sobre o azeite? Difícil para quem não está acostumado a falar ou degustar com a devida atenção este tipo de produto tão singular. Mas, como tudo tem uma primeira vez… farei o meu melhor:

Ele tem uma coloração amarelo esverdeado – bem mais verde do que os azeites mais comerciais. Muito aromático, com destaque para notas herbáceas lembrando ervas finas. No paladar é diferente de qualquer azeite que já experimentamos. Muito harmônico, agradável, com sabor intenso, lembrando o toque herbáceo sentido no nariz. Um belo produto, gostei muito. Até agora foi bem acompanhado de pães com taboa de queijos e saladas em geral. Ficou bem com uma pimenta preta. Aos poucos vou experimentando com outros pratos – especialmente quentes. Acho que promete.

Foi uma boa experiência amigos. É sem dúvida um produto diferenciado. Recomendo muito a quem quiser investir em um azeite de qualidade. No Brasil ele é comercializado pela importadora de vinhos World Wine e é vendido no site por 38 reais.

Para saber como foi a degustação, confira a página com o vídeo no site do Winebar.

Saúde a todos!

Nota: O azeite nos foi gentilmente enviado  pela importadora para degustação, em razão do Winebar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s