Marques de Casa Concha Carmenere 2010

Marques_de_casa_Concha_Carmenere_2010

Estimados amigos, depois de um longo período sem escrever aqui em meu querido blog resolvi retornar com um post sobre um vinho que degustamos ainda no verão – aproveitamos um dia de temperaturas mais amenas para provar este que é um dos ícones da viticultura chilena – o Carmenère da linha Marques de Casa Concha, elaborado pela megavinícola Concha y Toro.

Devo confessar que não sou tão chegado aos vinhos badalados (ou “pops”). Normalmente carregam no rótulo (e no preço) mais do que aquilo que realmente oferecem ao consumidor. Sem contar que a maioria dos enochatos faz questão de se vangloriar ao dizer que experimentou este ou aquele vinho; e posso garantir amigos que muitas vezes temos opções melhores bem mais em conta.

Todavia, minha curiosidade foi maior que meus princípios e resolvi experimentar. O vinho é elaborado com 100% de uvas Carmenère oriundas do Vale de Rapel e tem passagem por 18 meses em barricas de carvalho francês. Vamos ao líquido:

Vinho de cor rubi muito escuro, daqueles que mancham os dentes e as paredes da taça. Aromas muito intensos. Muita madeira no início, mas se dissipando aos poucos (paciência e calma são imprescindíveis). Aí vão aparecendo muitos frutos negros, especiarias, geléia, compota e uma levíssima nota herbácea  fechando o conjunto olfativo com boa complexidade.

Em boca é um vinho muito estruturado e encorpado, com acidez muito leve e discreta. A madeira está um pouco sobressalente, infelizmente, mas o vinho tem personalidade e carrega as características do nariz no paladar. Taninos firmes e rústicos, secando a boca. Final encorpado e potente – álcool a 14,5%, na medida. Pede comida.

Belo vinho, chileno típico. Madeira um pouco em excesso. Mas mesmo assim, a experiência é (bem) válida. Recomendo. Aqui no Brasil os preços variam, girando em torno de 125 reais. Em um free shop da fronteira paguei bem menos, algo como 50 reais.

Saúde a todos!

2 comentários em “Marques de Casa Concha Carmenere 2010

  1. Gustavo S. Magajevski disse:

    Bom dia,
    Concordo plenamente com o descrito no post sobre este vinho e acredito que seja um ótimo custo/benefício em sua categoria.
    Ouvi dizer que no Distrito Federal temos bebidas alcoolicas mais em conta devido a uma diferenciada combrança de impostos, o que pode ser verificado nos diversos sites de vendas on line de Brasília, caso da http://www.superadegaexpress.com.br, que oferece o Marques por R$ 82,90. Se alguem se interessar, fica a dica!
    Um abraço e parabéns pelo site.

    • Tiago Bulla disse:

      Muito bom dia Gustavo
      Agradeço pelo comentário e pelas palavras gentis.
      É um belo vinho sem dúvida. Difícil não gostar dele não é mesmo?
      Fica aqui resgistrada sua dica. Valeu pela participação
      Um forte abraço e saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s