Bueno La Valletta IGT 2011

Bueno_La_valletta_IGT_2011Estimados amigos, aos poucos pretendo ir colocando em dia os vinhos que degustamos nas edições do  Winebar do final do ano que passou. O rótulo de hoje foi degustado na transmissão ao vivo que contou com a presença do enólogo Roberto Cipresso que apresentou dois rótulos da Bueno Wines, empreendimento do icônico  narrador Galvão Bueno. Confira como foi a degustação aqui.

Este é um vinho que leva a assinatura do enólogo Cipresso, elaborado 100% com uvas Sangiovese da região da Toscana. O vinho é vinificado em Montalcino, e estagiou por 14 meses em barricas de carvalho francês de segundo uso, seguidos de outros seis meses de amadurecimento em garrafa.

Em taça mostrou coloração rubi avermelhada, com leve transparência. Aromas de muita intensidade, com complexidade notável. Muitas especiarias, frutas negras, notas mais adocicadas aparecendo aos poucos e um certo toque vegetal. Percebi também algo que me lembrou anis, mas não tenho certeza. Em boca é um vinho com boa acidez, potente (álcool a 14%) – implora comida, muito gastronômico – e excelente estrutura. Taninos bem presentes, rústicos, marcando o paladar. As notas frutadas e de especiarias aparecem bem – estas últimas dando ao vinho um certo toque apimentado. Final levemente balsâmico, como manda a cartilha italiana, além de marcante e persistente.

Um grande vinho, que não faz feio frente ao alto padrão de uma das maiores regiões vitivinícolas do planeta.

Quanto custa? É vendido no site da Vinícola Miolo, parceira até então do empreendimento Bueno Wines, pelo valor de 175 reais.

Saúde!

Nota: Este vinho nos foi gentilmente enviado pela Bueno Wines para degustação, em virtude do Winebar.

4 comentários em “Bueno La Valletta IGT 2011

  1. John disse:

    Boa tarde.

    Sou iniciante e leigo no mundo dos vinhos, porém me apaixonei por essa bebida. Não tenho um olfato e paladar apurados e gostaria de saber se mesmo assim é possível eu diferenciar os aromas e sabores existentes em cada vinho. Fazer um curso de sommelier no meu caso, seria jogar dinheiro fora? Abraço e parabéns pelo blog.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá John
      Peço-lhe desculpas pela demora para responder, tive uma semana meio atribulada, com dificuldades de acesso à internet.
      Que bacana seu ineteresse em conhecer melhor esta bebeida tão especial.
      Sem dúvida, tudo é aprendizado, e pouco a pouco você deverá ir se acostumando e “exercitando” seus sentidos (olfato e paladar) de modo a perceber cada vez mais, gradativamente, as características do vinho – e também de outras bebidas e comidas. É bem interessante, acredite-me. E inclusive, você poderá mudar hábitos e preferências alimentares com o passar do tempo.
      De repente, em um primeiro momento, fazer um curso de sommelier possa ser um pouco prematuro. Mas existem vários cursos, ministrados por vinícolas, lojas e importadoras que são voltados para quem esá iniciando. Pode ser uma ótima pedida. E depois, se fores gostando, podes partir para algo mais avançado.
      Saúde!

  2. John disse:

    Boa tarde Tiago.

    Eu também peço desculpas pela insistência, rs.
    Muito obrigado pelas dicas, já me foram de grande valia.
    Assim que puder procurarei um curso para iniciantes para aprender a apreciar ainda mais essa bebida deliciosa. Abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s