Um Legítimo Vinho BOM: Valmarino Sangiovese 2014

Valmarino_Sangiovese_2014

Amigos, não é incomum as pessoas me questionarem a respeito de indicações de vinhos bons a preços mais acessíveis. E quando encontro um exemplar que se encaixa bem nestes quesitos fico muito empolgado, devo lhes dizer.

Há tempos queria muito provar este exemplar da competente vinícola Valmarino; um tinto elaborado com a rainha das uvas italianas – a Sangiovese, muito pouco cultivada aqui em nosso país.

As uvas foram cultivadas na região de Pinto Bandeira, de onde provém a Indicação de Procedência (IP) deste vinho. As informações do site da vinícola são precisas e preciosas: este belo caldo passou por malolática completa, não foi filtrado e 50% do vinho estagiou em barricas por um período de seis meses. A produção é limitada – tanto que no site o vinho já encontra-se esgotado, infelizmente. Vamos ao que achei dele:

Apresentação da garrafa acima da média: rolha de boa categoria, rótulo elegante e garrafa pesada e de nítida qualidade.

Na taça, cor essencialmente vermelho rubi, de leve transparência. Os aromas tem boa intensidade, com muitas notas de terra e especiarias, com leve toque de frutas negras. Em boca chama a atenção pelo fato de ser um vinho muito macio e agradável de beber. Tudo em equilíbrio: acidez, taninos e volume no paladar formam um conjunto bastante harmônico. O final tem boa presença e lembrança das notas frutadas, remetendo de certa forma os sangiovese e chianti italianos.

Longe de ser um vinho simples, é um vinho como todo o vinho deve ou deveria ser: bom de beber, em qualquer ocasião. Escoltou muito bem uma costela de cordeiro assada com batatas e salada. Mas eu apostaria com ampla gama de acompanhamentos e até sozinho. Aprovadíssimo.

Quanto custa? Pela garrafa pagamos pouco mais de 30 reais

Saúde a todos!

2 comentários em “Um Legítimo Vinho BOM: Valmarino Sangiovese 2014

  1. Cesar Neto disse:

    Prezado Tiago
    Realmente devo ter “dado azar”, pois comprei o Sangiovese e acabei tendo que jogar a garrafa fora, tão ruim estava o vinho. Ele não estava estragado. Ele era simplesmente muito ruim, intragável mesmo. Era um 2012, se não me engano.

    • Tiago Bulla disse:

      Olá César, muito boa tarde!
      Realmente, faz parte – pelo menos desta vez nossas opiniões não se coincidiram.
      Particularmente gostei bastante sim deste rótulo, do qual guardarei boas lembranças. lamento que não tenhas tido uma boa experiência.
      De toda a sorte, fica aqui seu registro.
      Saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s