Um Ótimo exemplar da UCRÂNIA para a #cbe: Shabo Sauvignon Blanc 2014

Feliz Ano Novo amigos! Cá estamos com o primeiro post de 2017 – escolhido justamente para atender ao tema da nossa querida Confraria Brasileira de Enoblogs. O primeiro tema do ano foi sugerido pelo confrade confrade Victor Beltrami, que escreve o excelente Balaio do Victor – um dos blogs que a mais tempo acompanho. Victor sugeriu: “um vinho de um país que nunca provamos, branco ou tinto, e se possível propormos uma harmonização”.

Para atender ao tema proposto lancei mão de um vinho do Clube Winelands, o clube que assino já alguns meses e que tem atendido muito bem minhas expectativas por sinal. Aliás, no quesito “vinhos de países ‘diferenciados'” creio que o clube seja praticamente imbatível. Continuar Lendo

Um Inesquecível Exemplar desta Casta: Gimenez Mendez Pinot Noir 2013

gimenez_mendez_pinot_noir_2013

Escrevo este post amigos com um ar de felicidade no rosto que a tempos como enófilo não experimentava. E por dois motivos: primeiro que, como admirador já de alguns anos da viticultura uruguaia, não me canso de surpreender-me com os ótimos exemplares que lá são elaborados. E segundo, – e principalmente – pela descoberta deste vinho em particular, talvez um dos melhores Pinot que por aqui já passaram. Um post especial hoje, pode-se dizer.

Elegi o vinho em uma das seleções do Clube Winelands, do qual sou sócio (cada vez mais satisfeito, há de se dizer). Olhei para o vinho e, confesso, não tive qualquer dúvida na escolha:  1°) um Pinot 2°) Uruguaio e 3°) de uma vinícola que já nos agradou muito com um ótimo Sauvignon Blanc (relembre). Afinal, eram razões mais que suficientes para trazê-lo à adega 🙂

O exemplar é elaborado pela Gimenez Mendez com uvas da localidade de Las Brujas. O vinho amadureceu por um período de oito meses em barricas de carvalho francesas e recebe ao final uma pequena parcela de 4% de Pinot Meunier. Continuar Lendo

Para Aguçar os Sentidos: Viejo Carreton Syrah 2014

viejo_carreton_syrah_2014

Amigos, creio eu que da mesma forma que o Uruguai não elabora apenas excelentes Tannats – mas também excelentes tintos de outras cepas – sempre cabe bem reforçar que a Argentina já demonstrou potencial interessantíssimo em elaborar vinhos de outras castas tintas além da Malbec. Hoje, por exemplo, trago uma bela experiência que tive com um exemplar de uma das castas que mais me cativam:a Syrah. O exemplar foi escolhido a dedo na seleção do Clube de Vinhos Winelads do mês de junho.

Este rótulo é elaborado pela Viñas de America del Sur, mesmo produtor que já apareceu aqui no blog com outros rótulos muito interessantes, como o Rocio Rosé. A linha a que pertence – Colección Diplomatica – é uma das mais antigas da bodega (e pelo visto, uma das mais tops).

Trata-se de um 100% Syrah, com uvas de Mendoza, de cultivo orgânico. Chama  atenção a maceração prolongada – de 30 a 40 dias o vinho permaneceu em contato com os sólidos. Depois o exemplar estagiou por 8 meses em barricas francesas de tostado médio, além de outros seis meses de amadurecimento em garrafa. Continuar Lendo

Aprovamos mais um Ótimo Vinho Grego: Mega Spileo Moscato 2014

mega_spileo_moscato_2014

Amigos, tenho tido boas e agradáveis experiências com a casta Moscato – variedade muito conhecida no território brasileiro, especialmente na elaboração do  famoso espumante Moscatel. Muitos infelizmente torcem o nariz para esta variedade, julgando-a como uma uva de menor potencial para bons vinhos – o que é um equívoco e tanto. Além do já conhecido espumante, a Moscato já demonstrou que pode nos fornecer vinhos  agradabilíssimos, premiados e muitíssimo interessantes.

E para exemplificar, hoje temos este belo exemplar grego elaborado com esta variedade, que recebi através do Clube de Vinhos Winelands.  Trata-se de um 100% Moscato, elaborado com uvas da região de Achaia pela vinícola Cavino, produtor que já deu as caras aqui no blog com outros exemplares muito interessantes (veja no fim do post alguns links). Continuar Lendo