Don Guerino Gran Reserva Teroldego 2007

Amigos, aos poucos vamos abrindo exemplares que estavam a muito tempo carinhosamente guardados lá no cantinho de nossa adega. Vinhos estes carregados de história e que remetem a uma bela época em que eu começava a escrever o blog. Conheci este belo vinho quando visitei a vinícola Don Guerino – uma bela ocasião por sinal (relembre), e decidi então levar uma garrafa para casa a fim de prová-la depois de algum tempo de guarda.

O tinto em questão é elaborado com a casta Teroldego, uva típica muito cultivada na região do Treno – norte da Itália. Continuar Lendo

Mais um Ótimo Ancelota Brasileiro: Don Guerino Gran Reserva Ancelota 2007

Don_Guerino_Gran_Reserva_Ancellotta_2007

A alguns meses atrás, estimados amigos, fui convidado por uma confraria a participar de uma degustação, onde cada confrade deveria levar um rótulo já com certo tempo em garrafa. Como gosto – e muito – desta genuína casta, a Ancelota, achei que este exemplar viria a calhar – afinal, já com sete a oito anos de história, não parecia nada mal. Infortunadamente, alguns confrades julgaram que o vinho não estava a altura da degustação e eu preferi não leva-lo naquela noite; optei assim, por degusta-lo na calma e tranquilidade do lar. Que maravilha, por sinal 🙂

Conheci este vinho na ocasião que estive com meus pais na bela propriedade da Vinícola Don Guerino, localizada fora do “eixo típico” das vinícolas da serra gaúcha, no município de Alto Feliz (relembre). Este exemplar estagiou por 14 meses em barricas francesas novas, assim como o Teroldego da mesma linha – o qual ainda guardo uma garrafa em casa para provar em momento futuro. Mas vamos ao líquido:

Em taça mostrou bela cor rubi violáceo muito escura e fechada – daquelas que mancham os dentes; não sei de vocês, mas adoro vinhos nesse estilo (risos).

Aromas de frutas pretas frescas lembrando ameixa, entre outras. Em boca tem boa estrutura e acidez bem equilibrada. Taninos marcando toda a língua e enchendo as bochechas. Potente, com final longo e marcante, com leve toque mentolado. Está bem dentro das características dos vinhos que já provei desta variedade. Carvalho um pouco sobressalente no conjunto, mas sem comprometer – aqueles que gostam dos exemplares mais amadeirados, contudo, vão achar excelente.

Um ótimo vinho, gostei muito da experiência. Forma um belo time juntamente com o Ancelota da Peculiare e o da Dal Pizzol, cada qual com suas características e particularidades. Eis aí um bom painel de degustação – vou pensar na idéia. Alguém se animaria?

Quanto custa? Receio amigos que não me lembro quanto paguei pela garrafa. Pode ser encontrado a venda por cerca de 52 reais, com ótimo custo-benefício.

Saúde a todos!

Leia Também

Peculiare Gran Reserva Ancelota 2005

Dal Pizzol Ancelota 2008

Espumante Don Guerino Brut

Amigos, trago hoje aqui no blog mais uma bela indicação de um bom espumante brasileiro –  e vendido a um custo muito interessante, por sinal. É um dos rótulos de entrada da vinícola Don Guerino, de Alto Feliz, que tive a oportunidade de conhecer ano passado – na ocasião, degustei este espumante, que me surpreendeu de imediato (relembre). É elaborado com uvas 100% Chardonnay, pelo método Charmat. Vamos ao espumante:

Coloração amarelo palha com reflexos esverdeados. Perlage fino e abundante. Aromas de frutas brancas cítricas, lembrando maçã verde. Em boca é leve e frutado, com boa presença do toque cítrico. Boa cremosidade, com certa lembrança adocicada – possivelmente em função do teor de açúcar mais pronunciado. Final um pouco curto,  com leve mineralidade.

Amigos, para quem procura um belo espumante, correto, simples e agradável, julgo ser este uma ótima opção. Certamente irá agradar a muitos, sobretudo pelo preço – pode ser encontrado abaixo dos 20 reais. Uma ótima compra, tanto para degustar sem compromissos ou para acompanhar pratos leves. Indicaria fortemente para quem busca uma opção para algum evento ou um coquetel; dificilmente encontrará algo com esta qualidade por um custo tão baixo. Entre os espumantes, possivelmente um dos mais bem cotados em custo-benefício que já passaram aqui pelo blog.

Saúde!

 

Don Guerino Reserva Tannat 2011

Amigos, bebemos este vinho em um almoço na casa da minha mãe a algumas semanas atrás. Ela comprou este Tannat naquela bela visita que fizemos à Don Guerino (relembre). É um rótulo de uma linha mais básica da vinícola. Nesta linha Reserva provei também um Chardonnay, que se mostrou bem interessante por sinal.

Na taça tem coloração vermelho rubi escuro, com lágrimas finas e discretas. Aromas de boa intensidade, predominando frutas vermelhas mais adocicadas, como morango, framboesa e cereja. Uma leve ponta de álcool aparecendo, mas sem incomodar (pode ter sido em função da temperatura). Álcool a 13%. Em boca é um vinho com acidez bem presente e taninos leves e macios. Corpo mediano. Frutado confirmando o olfato, deixando o paladar com um certo adocicado, que para mim incomodou um pouco.

É um vinho correto e sem defeitos, honesto pelo valor que custa – em torno de 23 reais. Para meu gosto pessoal, achei o paladar um pouco doce demais (não sei se é herança de alguma passagem por barrica, ou em decorrência da chaptalização, ou simplesmente impressão de minha parte). Mas com certeza é um vinho que agradará a muitos, pois é leve, fácil de beber e agradável.

Saúde!